O líquido de arrefecimento faz parte de um dos cuidados básicos e necessários com o motor do seu veículo. Isso porque ele permite que seja feita a troca de calor entre o propulsor e o radiador, alterando assim a temperatura com o contato externo.

Por isso, é necessário ter o aditivo para evitar danos e equilibrar o funcionamento do carro.

Prossiga com a leitura e entenda mais sobre o assunto. Confira!

O que é líquido de arrefecimento?

O líquido de arrefecimento é composto por água desmineralizada e por um aditivo à base de etileno glicol. Ele passa pelas peças internas da máquina através de dutos que ficam localizados no cabeçote e no bloco do automóvel. 

Após isso, o composto se desloca por uma bomba que é acoplada ao virabrequim e por isso não entra em contato direto com os componentes de combustão. Quando o líquido de arrefecimento fica muito quente, tem o seu calor retirado e o ciclo se reinicia.

Tem líquido específico para um tipo de carro? 

Algumas montadoras utilizam um heterogêneo específico para os seus veículos. Ele é constituído por misturas ainda mais fortes que o aditivo comum, e por isso costumam custar mais caro. 

O que acontece se eu usar água ao invés do líquido de arrefecimento? 

O líquido de arrefecimento é o componente que faz o sistema de refrigeração agir de maneira correta. Algumas pessoas optam por utilizar apenas água para exercer a função de troca de calor. No entanto, não é suficiente para diminuir a temperatura do automóvel. 

Desse modo, é necessário que seja feita a diluição de um aditivo em uma parte do total do fluido. Caso isso não ocorra, os resíduos de oxidação podem entupir os dutos de refrigeração, causando um superaquecimento e danos.

Mitos e verdades sobre o líquido de arrefecimento 

Confira a seguir os principais mitos que o cercam: 

É preciso completar a quantidade do líquido o tempo todo 

Quando você percebe que precisa sempre estar completando o nível do líquido de arrefecimento, isso significa que o seu carro está com algum problema. Os danos podem estar no selo, em mangueiras furadas e desacopladas, na bomba de água ou no radiador. 

Sendo assim, não é preciso completar a quantidade o tempo todo. E se você está tendo que fazer isso, agende um horário com o seu mecânico de confiança para dar uma olhada no que está acontecendo. 

Posso misturar o líquido de arrefecimento com outros líquidos 

Esse é considerado o maior e mais perigoso dos mitos. Isso porque os aditivos e outros líquidos possuem diferentes composições químicas. 

Como resultado, essa mistura pode causar sérios problemas em todo o sistema. 

Busque ajuda de um especialista 

Sempre que precisar de ajuda ou estiver com dúvidas de como prosseguir, procure um especialista no assunto para evitar danos no seu carro. 

Nossa equipe certifica que está tudo certo com seu carro através do Checklist gratuito de 43 itens que inclui a checagem do líquido de arrefecimento

Aproveite para agendar uma revisão e confira se está tudo certo com o radiador do seu veículo Mitsubishi.